18 julho 2012

Entrevista - Sabrina Gomes


- Oi tudo bem? Você podia começar nos falando como surgiu a idéia de ter um blog?
Olá, tudo ótimo, é um prazer imenso estar aqui. Não lembro certamente quando surgiu a ideia, até por que, comparando os blogs da atualidade com os mais antigos, ter um blog era como ter um diário pessoal - e era assim que eu via o meu em 2010, quando ganhei meu notebook e no mesmo dia que eu ganhei fiz o blog.  Fiquei meses sem movimentar. Aí com o tempo, fui descobrindo muita coisa legal, fui me encontrando até chegar aonde estou. Sou muito feliz em ser blogueira.

Desde á primeira vez que tive contato com seu blog, uma coisa que me chamou bastante atenção foi o nome SPIDERWEBS que é super diferente. Pode nos explicar como surgiu esse nome?

Ah, é uma história até engraçada. Já viu aquelas pesquisas bobas que a gente faz de nomes? Foram nessas pesquisas loucas na internet que olhei esse nome : Spiderwebs - fiquei curiosa e fui saber o que significava . E lá estava escrito: '' teias de aranha'' . Achei um pouco ousado no começo. Porém no começo era tudo uma brincadeira, eu não levava a sério e nem adiante. Coloquei o nome no blog e fiquei usando, mas era só um simples nome, nada demais. Depois de um tempo ... esse nome veio tendo significado na minha vida , como diz essa frase que eu adoro usar : '"Nós somos como uma aranha. Tecemos a vida e nos movemos nela. Nós somos como o sonhador que sonha e vive dentro desse sonho. Isso é uma verdade em todo o universo".'' E aí me apaixonei perdidamente por essa vida de blogueira, e claro, pelo blog, pelo nome, enfim,  por t-u-d-o. Esse nome , Spiderwebs, também é o nome de uma música do No doubt , que eu amo. Já quis trocar de nome várias vezes, porém depois que me simpatizei com os aracnídeos e toda a filosofia que podemos ter a cerca da sua essência, essa ideia sumiu da minha mente *risos.

 - Sabrina no seu blog você posta sobre vários assuntos, mas tem algum assunto que você goste mais de escrever?

Humm. Pergunta difícil essa ! Meu blog é cheio de categorias, por que eu gosto de escrever sobre tudo. Porém tenho um carinho especial aos textos que eu mesma escrevo. É através dessa escrita que me encontro . Enxergo coisas que minha alma gostaria de me dizer e me diz ali, em forma de palavras digitadas. Ah, recentemente, fiz um investimento fotográfico comprando uma câmera DSLR, que era um dos meus maiores desejos desde que entrei para a blogosfera . Digo que a fotografia é um assunto que também estou adorando falar. Tenho vários planos para o blog! *não percam

- Uma coisa super chata para um blogueiro é quando você descobre que seus textos estão sendo plagiados. Já aconteceu de seus textos serem plagiados?

Sim, foi uma situação muito chata e desconfortável. E pior , não foi um plágio propriamente dito, foi um plágio de ideia. A pessoa foi lá no meu blog, leu e escreveu praticamente a mesma coisa no próprio blog. É triste? É . Porém , quem dá valor ao seu trabalho não se estressa com isso. Até por que isso não te afeta diretamente, é uma forma de elogio. Se a pessoa copiou, é por que ela assume sua própria incapacidade e me mostra que você está fazendo um trabalho ótimo . Uma saída e ter uma conversa sincera com a pessoa e pedir para que pare de buscar seu sucesso com base no esforço alheio, e se não adiantar , denunciar é o melhor caminho , pois estamos protegidos por lei!

- Seus textos são muito bem elaborados. Seu talento com as palavras é inquestionável. Quando descobriu esse talento?

 Ah nem eu mesma entendo isso. Acho que eu não descobri, vocês (meus leitores) que descobriram. Até porque meus textos iniciais eram vazios , inexpressivos, sem real significado. Até que com o passar do tempo , eu começar a achar a essência que me faltava. Nunca fui a ''garota dos textos'', nem a mais popular da escola, nem a mais bonita do meu bairro muito menos a mais legal da roda de amigos. Sempre gostei muito de estudar, me destacava por isso. Mas sempre fui muito tímida, mas tímida mesmo. Até que mudei de personalidade, hoje em dia apesar de ser ainda tímida , sou mais comunicativa e me expresso melhor . Acho que junto dessa mudança de contexto foi que o talento com os textos nasceu, e isso faz pouco tempo, porém não me considero boa o suficiente. Nunca tive muita dificuldade em escrever redações, e isso me ajudou muito. Mas nada se compara ao universo paralelo e maravilhoso que descobri na escrita descompromissada e espontânea. É como se fosse uma scaner dos meus pensamentos. Confesso que nunca pensei que poderia escrever vários textos, como escrevo hoje e ainda, nunca imaginei que as pessoas iriam se identificar com as minhas palavras. Isso pra mim é novo e muito, mas muito gratificante.

- Você já chegou a pensar em desistir do blog?

Quem nunca? Acho que todo blogueiro já passou por isso. Não fui diferente, e tive pessoas para me reanimar a continuar. Isso acontece devido  a falta de saber como movimentar as coisas, se achar incapaz e todo mundo sempre criticar. As críticas são boas, se forem construtivas e sempre vão existir em qualquer tipo de lugar/trabalho/projeto. Não desistam. Sou muito agradecida por algumas críticas que recebi, se não fossem elas, eu não tinha me melhorado e não tinha chegado onde cheguei. 

- Que são seus ídolos? Pode-se dizer que eles são sua inspiração na hora de escrever?

Martha Medeiros , Tati Bernadi , Pedro Bandeira , Gustavo Reiz e Fabrício Capinejar. Esses escritores são minha maior inspiração, e quando eu crescer quero escrever que nem eles,sabe? *risos. Tudo que eles escrevem, eu me identifico. Porém, são poucas as vezes que me inspiro neles na hora de escrever. ''Eu leio o mundo e escrevo''  e o cotidiano me encanta - isso é o que mais me inspira em tudo e principalmente - na escrita.


Um comentário:

© Luciana Algarves-Blog - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Luciana Algarves.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo